Projecto

Este projecto propõe-se lançar alicerces para o estudo dos fundos musicais da cidade de Évora através da construção de um catálogo digital a ser posto à disposição da comunidade científica, com especial enfoque na promoção da investigação. Numa primeira fase, consiste no levantamento prévio, digitalização e descrição técnica de parte do acervo musical que integra o espólio da Sé de Évora estendendo-se, numa segunda fase, a outros arquivos da cidade, nomeadamente os fundos musicais da Biblioteca Pública e Arquivo Distrital.

No que se refere à demarcação de limites relativamente ao objecto de trabalho, serão utilizados vários os critérios. Em primeiro lugar, ter-se-á em conta o estado de conservação dos documentos manuscritos e a respectiva legibilidade, sendo dada primazia à digitalização de manuscritos em melhor estado de conservação. Em segundo lugar, no que diz respeito à questão da autoria das obras, privilegiar-se-á a digitalização de obras de compositores, possível e provavelmente, associados à actividade musical da Sé de Évora.

Em termos cronológicos, este projecto parte das fontes manuscritas do século XVIII, estendendo-se às duas primeiras décadas do século XIX, constituindo-se como um contributo essencial para colmatar a lacuna existente no que se refere ao conhecimento integrado da produção musical sacra em Portugal durante o período histórico em causa. O projecto pretende ainda em simultâneo contribuir para uma rede de conhecimento anteriormente construída resultante de dois projectos de investigação, nomeadamente o projecto “Estudos de Música Instrumental: 1755-1840”, que trabalhou a questão da música instrumental em Portugal, e uma das vertentes do projecto ORFEUS, assente nas fontes musicais oitocentistas referentes ao mosteiro cisterciense de S. Bento de Cástris.

Anúncios